CASO MAGÓ: FAMÍLIA PEDE AJUDA COM FOTOS PARA QUEM ESTEVE NA CACHOEIRA

CASO MAGÓ: FAMÍLIA PEDE AJUDA COM FOTOS PARA QUEM ESTEVE NA CACHOEIRA

Fotos e vídeos de pessoas que estiveram na cachoeira Massambani, em Mandaguari, no fim de semana passado podem ajudar na investigação da morte da bailarina Maria Glória Poltronieri Borges, de 25 anos. A jovem foi encontrada morta próximo ao local, no domingo, 26, e a Polícia Civil trabalha para identificar e localizar o ou os responsáveis pelo crime.

Nas redes sociais, a família de Magó, apelido da bailarina, começou uma campanha para pedir que os visitantes que estiveram na cachoeira no sábado, 25, ou no domingo entreguem as imagens que fizeram para a polícia.

“Se você esteve na cachoeira e nas chácaras em volta no sábado e no domingo e tem fotos e vídeos, por favor, encaminhe para a Polícia Civil ou para a TV (para o veículo que divulgar – rádio, TV, portal, blog, redes sociais)”, pede a mensagem.

Na publicação compartilhada, também foi disponibilizado um e-mail para contato: [email protected].

Maria Glória Poltronieri Borges foi encontrada morta na tarde de domingo, 26, próximo a cachoeira Massambani, em Mandaguari. O laudo do Instituto Médico Legal (IML) confirmou que a bailarina foi morta por estrangulamento.

A Polícia Civil de Mandaguari tem o apoio da delegacia especializada em homicídios de Maringá na investigação. Desde segunda-feira, diversas testemunhas estão sendo ouvidas, inclusive em cidades da região.

Verifique também

COMEÇOU A FUNCIONAR HOJE NOVO SISTEMA DO EstaR, SAIBA MAIS

O novo sistema digital de Estacionamento Rotativo (EstaR) da Prefeitura de Maringá começou a funcionar …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *